Quelle: Manjado, Essen = http://www.capoeira-essen.de/

 

 

Abalou capoeira abalou

Abalou capoeira, abalou
(Coro)

Abalou deixa abalar

Coro

Mas quem quem quiser moça bonita

Coro

Vá na ilha de Maré



A benguela chamou pra jogar

A benguela chamou pra jogar
A benguela chamou pra jogar, capoeira
(Coro)

Tudo começou assim hoje eu tenho que lembrar
que Maria Martinha do Bonfim, Luís Cândido Machado
eram os pais de Mestre Bimba Manoel dos Reis Machado

Coro

Foi em 1900 que esse facto aconteceu
em 23 de novembro Mestre Bimba nasceu

Coro

Bimba assim dizia tocando seu berimbau
sentado num velho banco ensinado a regional

Coro

No dia de formatura era obrigatório jogar
do são bento grande ao toque de iuna
a benguela não podia sujar a benguela chamou pra jogar

Coro

Foi no ano de 74 que a tristeza aconteceu
na cidade de Goiâna Mestre Bimba morreu



A canoa virou, marinheiro

A canoa virou, marinheiro (Coro)
No fundo do mar tem dinheiro

Coro

No fundo do mar tem segrêdo

Coro

No fundo do mar tem malícia

Coro

No fundo do mar tem capoeira

Coro

Mas se virou, deixa virar

Coro

Oi está lá, no fundo do mar



A capoeira e o pescador

Maré me Leva
Maré me traz (2x)
A vida do capoeira
É como a do pescador
A onda balanca o barco
E a ginga o jogador

coro
Á noite olho as estrelas
Para me orientar
Bom Jesus dos navegantes
É quem me guia pelo mar
coro
O vento soprou nas velas
Carregando a minha nau
Na roda de capoeira
Quem me guia é o berimbau
coro
Ás vezes a pesca é boa
Ás vezes o jogo é bom
Mas quando nada da certo
Eu volto a tentar entao
coro
Na rede vem a traíra
Um peixe que morde a mao
Na roda brilha a navalha
E o cinco salomao



Adao, Adao

Adao, Adao
Oi cade Salomé, Adao?
Oi cade Salomé, Adao?
Salomé foi passear
Adao, Adao
Cadê Salomé?
Adao
Cadê Salomé?
Adao
(Salomé) Foi pra Ilha de Maré
Adao, Adao
(Salomé) Saiu foi passear
Adao, Adao
Oi cadê Salomé?
Adao
Oi cadê Salomé?
Adao
Salomé foi mandingar
Adao, Adao...



Adeus (Boa Viagem)

Adeus

Boa viagem (Coro)

Adeus, adeus

Coro

Eu vou

Coro

Eu vou, eu vou

Coro

Eu vou-me embora

Coro

Eu vou agora

Coro

Eu vou com Deus

Coro

E com Nossa Senhora

Coro

Chegou a hora



Ai ai, aide

Ai ai, aide (Coro)
Joga bonito que eu quero ver

Coro

Olha Jogo uma coisa que eu quero aprender

Coro

Joga menino que eu quero aprender

Coro

Joga pra mim que eu jogo pra voce

Coro

Ô era eu, era voce

Coro

Joga certinho pra mim aprender

Coro

Joga pra lá que eu neo quero apanhar



Ai ai ai ai, doutor

Ai ai ai ai, doutor (Coro)
Velejando no mar eu vou, eu vou

Coro

Navegando no mar eu vou, eu vou

Coro

General foi pro mar, eu também vou

Coro

Nas ondas do mar eu vou, eu vou

Coro

A jogar capoeira eu vou, eu vou



Ai ai ai ai Sao Bento me chama


Ai ai ai ai (Coro)
Sao Bento me chama

Coro

Sao Bento chamou

Coro

Sao Bento me leva

Coro

Sao Bento me pega

Coro

Sao Bento me prende

Coro

Sao Bento me quer

Coro

Mas me quer, mas me quer

Coro

Senhor Sao Bento

Coro

Meu sinhô me chamou

Coro

Sao Bento está chamando

Coro

Meu sinhô está chamando



Ajuda eu berimbau

Ajuda eu berimbau
Ajuda eu a cantar (Coro)

Preto velho no tempo do cativeiro
Trabalhava o dia inteiro
Na senzala madrugá
Numa maneira
De domingo no terreiro
Capoeira e sua danca Ocultá
Negro africano
Que éde sangue nosso irmao
Em terras brasileiras
Criou a Capoeira
Pra sua libertaçao
E na provincia
Quisera la acabá
Plantou muito broto de cana
Planto e mando brotá




Alô Maria

Vou ligar pra voce
Alo, alo Maria
Vou dizer que te amo
E no final do ano
Eu vou pra Bahia
(Coro)

E Maria, capoeira eu nao largo nao
Já tentei mas meu coraçao
Nao vive sem ela nao
Tinha que perder a visao
E nunca escutar entao
A voz do lamento
Ver um jogo de Sao Bento
Explode meu coraçao

Coro

Capoeira angola, regional, samba de roda e maculele
Isso tá no meu sangue
Tá perto de mim
Só falta voce



A Onda Rolou na Praia

A onda rolou na praia
E voltou correndo ao mar
(Coro)

Capoeira balançou
no rolê voltou a jogar

Coro

Meia-lua cortou o vento
Rasteira foi lá buscar
Capoeira balançou
no rolê voltou a jogar

Coro

Segura seu moço
Deixa o corpo balançar
no toque do berimbau
Capoeira vai ter que rolar
na cadência do atabaque
Quero ver nego pular




Aruanda e

Aruanda e
Aruanda e, Aruanda
Aruanda e camará
(Coro)

Vem de dentro do peito
Essa chama que acende
Meu corpo inteiro nao pode parar
Eu sou mandingueiro de lá da Bahia
Axé capoeira salve UBC Capoeira

Coro

Oxalá que me guie
Por todo caminho
Nao deixe na roda a fé me faltar
Sou vento que sopra eu sou capoeira
A luta de um povo prá se libertar



Axé da Bahia

Bahia manda seu axé pra mim (2x)

(Refrao)

Dos velhos Mestres que viveram na Bahia,
Manda todo o seu axé e também sua magia

(Refrao)

Mande a magia do toque do Berimbau,
E também toda malícia da Capoeira Regional.

(Refrao)

De Santo Amaro me mande o Maculele,
Mande o sabor do cacau e do azeite de dende



Baraúna caiu

História de Baraúna
É cantada em prosa e verso
Já diziam os antigos
Nas rodas dos velhos mestres

Baraúna caiu, baraúna caiu, meu pai
baraúna caiu, meu pai, baraúna caiu (Coro)

Madeira de baraúna
Difícil de derrubar
Mas no jogo de mandinga
Baraúna vai tombar

Coro

Voce diz que a capoeira
nao pode ser difícil de cair
É mentira camarada
Meu mestre dizia assim



Bate asa Araúna

Bate asa Araúna (3x)
Araúna, Araúna, Araúna (Coro)

Quando voca bate asa
Logo fechei os meus olhos
Pensei que era o Mestre Bimba
Que estáva chagando pra perto de nos

Coro

Se um dia voce for embora
No caminho encontrar Mestre Bimba
Peça pra ele tocar
Sao Bento grande ou entao Idalina

Coro

Se a tarde começa a descer
Araúna vem logo pousando
Imagino que e Mestre Bimba
Que está nessa roda nos observando

Coro

Seu canto arrepia meu corpo
E provoca minha solidao
Eu lembro de Mestre Bimba
E da estrela de Sao Salomao



Besouro preto

Besouro Capoeira era um homem muito forte,
Era um cabra valente que não temia a morte.
Em Santo Amaro se dizia: - Ninguém pode com Besouro
E até mesmo a polícia teme o "Cordao de Ouro"

Besouro Preto, Besouro Mangangá
Besouro Preto, trazendo seu patuá
(Coro)

Nao havia faca boa, nem tiro de cartucheira
Que pudesse atingir o "Besouro Capoeira"
Daí surgiu a lenda do homem de corpo fechado
Que tinha parte com Deus ou quem sabe com o Diabo

Coro

Quem quis Ihe enganar sofreu em sua mao
"Quebrou pra Sao Caetano", não tem recurso nao
Manuel Henrique Ihe falou:
- Nao estou aqui pra brincadeira. Pague logo o que é
devido ao Besouro Capoeira.

Coro

Foi assim até um dia, lá em Maracangalha
Prepararam pra Besouro uma grande emboscada
Mais de quarenta homens, e nada Ihe atingia
Mas pra faca de tucum a mandinga não valia.
Assim morreu Besouro, vítima da trairagem
E hoje ele é um mito de toda capoeiragem.



Bom Jesus da Lapa

Bom Jesus da Lapa eh
Bom Jesus da Lapa (Coro)

Eu pedi voce me ajuda
Para nada me faltar
Pois agora eu lhe agradeço
Bom Jesus da Lapa

Coro

Eu nunca fiz inimigo
Sei aonde eu vou pisar
Eu só peço proteçao
Pra maldade afastar

Coro

Quem manda no mundo é Deus
E ninguém pode negar
Eu nao acredito em Santo
Nao carrego Patuá

Coro

Eu pedi voce ajuda
Ilumina onde eu chegar
Alumeia a escuridao
Pra eu sempre enxergar



Cajue

Vou mandar eu vou

Cajue (Coro)

Eu mandar Boiá

Coro

Ô menina linda

Coro

Venha me buscar

Coro

Mas eu vou

Coro

Eu mandar Boiá



Camugere

Camugere como tá, como tá?
Camugere (Coro)

Como vai voismice?

Coro

Tá bem de saude?

Coro

Para mim é um prazer



Canarinho d'Alemanha

Canarinho d'Alemanha, quem matou meu curió?
Eu jogo capoeira da Bahia a Maceió

Coro

Na roda capoeira Mestre Bimba é o maior

Coro

Na roda capoeira quero ver quem é melhor




Chue chuá

Eu pisei na folha seca
Vim fazer chue chuá
Chue chue chue chuá

Eu vim fazer chue chuá (Coro)




Cruz credo, ave Maria

Cruz credo, ave Maria (Coro)
Eu cantava e tocava
E ninguem respondia

Coro

Quanto mais eu cantava
Ninguem respondia

Coro

Essa roda é de mudo
E eu nao sabia

Coro

Eu plantei melao
E nasceu melancia

Coro

Vai parar todo mundo
Na delegacia




Dá, dá, dá, no nego

Dá, dá, dá, no nego
Ô no nego voce nao dá

Coro

Mais se nao dar vai apanhar

Coro

Esse nego é valente, esse nego é um cao

Coro

Joga o nego para cima, deixa o nego vadiar




Dona Alice nao me pegue nao

Eh Dona Alice, nao me pegue nao
Eh Dona Alice, nao me pegue nao
Nao me pegue, nao me agarre
Nao me pegue nao
Eh Dona Alice, nao me pegue nao
Nao me pegue, nao me pegue
Nao me pegue nao
Eh Dona Alice, nao me pegue nao
Nao me pegue, nao me pegue
Me deixe de mao
Eh Dona Alice, nao me pegue nao
Nao me pegue, nao me abrace
Que eu nao gosto nao
Eh Dona Alice, nao me pegue nao
Nao me pegue ou só me pegue
No meu coraçao
Eh Dona Alice, nao me pegue nao...



Dona Maria do Camboatá

Dona Maria do Camboatá

Ela chega na venda ela manda botá

Coro

Ela chega na venda e comeca gingar

Coro

Ela chega na venda e dá salto morta



Dona Maria como vai voce?

E vai voce, vai voce?
Dona Maria, como vai voce? (Coro)

E pega na vassoura como vai voce.

Coro

E mais joga bonito que eu quero aprender.

Coro

O joga bonito que eu quero aprender.

Coro

Como tá voce, eu quero saber

Coro

Como tá como passou, como vai voce



Dona Nair

Manuel Dos Reis Machado
Eu vim procurar por ti,
Na porta de sua casa,
Encontrei Dona Nair.

Dona Nair, Dona Nair (Coro)
Quero saber se Seu Bimba tá ai.

Dona Nair me ajude,
Como antes já lhe disse,
Se você não me ajudar,
Eu peço pra Dona Alice.

Coro

Eu venho de muito longe,
Trouxe até meu Berimbau,
Dona Nair peça a seu Bimba,
Que me ensine Regional.



É de manha Idalina tá me chamando

É de manha, Idalina tá me chamando (Coro)
Idalina tem o costume De chamar e vai andando

Coro

O Idalina meu amor Idalina tá me esperando

Coro

De mandar e se vai andando

Coro

Idalina tem o costume Danado de falar de homem

Coro



Eu aprendi Capoeira la na rampa e no cais da Bahia

Eu aprendi capoeira
La na rampa e no cais da Bahia
Eu aprendi capoeira
La na rampa e no cais da Bahia (Coro)

Vim da ilha de maré na saveiro do mestre Joao
Fui morar la na preguiça me criei na conceiçao
Eu descia o pelourinho eu subia a gamaleira
Eu passava o dia inteiro na roda de capoeira

Coro

Camafeu e pastinha jogava
Valdemar jogava com seu Zacharias

Coro

O gringo filmava me fotografava
eu pouco ligava também nao sabia
Que minha foto ia sair no jornal
Na Russia na França e até na Hungria
Capoeira é uma arte, capoeira é uma luta
capoeira é um balé mais lindo da minha Bahia



Eu vi a Cutia com coco no dente

Eu vi a Cutia com coco no dente (Coro)
Com coco no dente com coco no dente.

Coro

Comendo farinha, olhando pra gente.

 




Eu vou jogar capoeira

Eu vou, vou jogar Capoeira
Eu vou tocar meu berimbau (Coro)

Este jogo que é mandinga e malícia
É luta, que também é mortal

Coro

Angola e a Cavalaria
Iúna, Sao Bento Regional

Coro

Eu vou dançar ao som dos instrumentos
Todo feito de arame e de pau

Coro

Eu já rodei o mundo inteiro
Mas nunca vi nada assim igual

Coro

Rabo de arraia, meia lua, martelo e role
Faca de ponta, navalha cortando é pra valer




Faca de Ponta

Faca de Ponta
Faca de ponta quer lhe furar
Cuidado moço que o negro quer lhe pegar (Coro)

Esse negro mandingueiro tá lhe armando uma emboscada
Espera voce passar sozinho pela estrada
Escondido numa moita Com sua faca amolada

Coro

No toque do berimbau o jogo é alei do cao
o negro levou rasteira na roda caiu no chao
Agora jura vingança Com sua faca na mao

Coro

Berimbau tocou Sao Bento
Hoje o jogo é pra valer
Se voce nao der no negro
Ele vai dar em voce

Coro

Mas voce é capoeira
E tem que usar mandinga
No molejo da esquiva
Pra que a faca nao te atinja




Foi no clarao da lua

Foi
Foi no clarao da lua
que eu vi acontecer
num vale-tudo com o jiu-jitsu
o capoeira vencer, mas foi (Coro)
Deu armada e deu rasteira
meia lua e a ponteira
Logo no primeiro round
venceu o capoeira
Em baixo do ringue
Mestre Farmácia vibrava
tocando seu berimbau
enquanto UBC cantava, mas foi
Coro




Gamelera no chao

Bentivi jogou

Gamelera no chao (Coro)

Jogo que eu vi

Coro

Jogo jogou




Grao de areia

Tristeza mora comigo
Por causa da solidao
Eu pareço uma andorinha
Querendo fazer verao
Uma gota de água doce
Querendo ser ribeirao
Uma semente caída
Querendo ser plantaçao
Mas olhando pro deserto
Eu sou apenas um grao

De areia (Coro)
Um grao

Queria ser o luar
Que ilumina meu sertao
Ou entao ser uma estrela
De qualquer constelaçao
Vou levar a minha vida
Com meu berimbau na mao
Mas olhando pro deserto
Eu sou apenas um grao

Coro

Sou um peixe do cardume
No mar da imensidao
Sou uma flor do cerrado
Que nasceu fora da estaçao
Quero ser bom capoeira
E jogar com o coraçao
Mas olhando pro deserto
Eu sou apenas um grao

Coro

Maior que Deus é ninguém
Que me deu tudo na mao
Mas nesse mundo tao imenso
Eu sou apenas um grao




Iaia ioio

Quando o meu mestre se foi
Toda a Bahia chorou
Iaia ioio

Iaia ioio iaia ioio
(Coro)

Oi menino comigo aprendeu (2x)
Aprendeu a jogar capoeira aprendeu
Quem me ensinou já morreu (2x)
O seu nome esta gravado
Na terra onde ele nasceu
Salve o mestre Bimba
A Bahia de Maré
Salve o mestre que me ensinou
A mandinga de bater com o pé
Iaia ioio

Coro

Mandingueiro
Venho de Malé Bolencia
Era ligeiro o meu mestre
Que jogava conforme a cadencia
No bater do berimbau
Salve o mestre Bimba
Criador da regional
Salve o mestre Bimba
Iaia ioio

Coro

Aprendeu meia-lua aprendeu
Oi martelo, rabo-de-arraia
Jogava no pé da ladeira
Muitas vezes na beira da praia
Salve Sao Salvador
A Bahia de Maré
Salve o mestre que me ensinou
A mandinga de bater com o pé
Iaia ioio

Coro

Quando meu mestre se foi
Toda a Bahia chorou
Iaia ioio




Jogo de dentro, jogo de fora

Jogo de dentro, jogo de fora (Coro)

Valha-me Deus, minha Nossa Senhora

Coro

Toma cuidado com o jogo de Angola

Coro

Nao tem falsidade no jogo de Angola

Coro

Este jogo é manhoso, é o jogo de Angola

Coro

Jogo de dentro é de jogo de Angola

Coro

Jogo bonito é pra Nossa Senhora

Coro

Jogo bonito quero ver agora




Luta E Brincadeira

Bem-te-vi vuô, vuô
Bem-ti-vi vuô, vuô, deixa voar

Lá laue laue laue laue
Lá laue laue laue laue (Coro)

Que som oi que arte e essa de luta e brincadeira
Que roda maravilhosa é essa é o arte capoeira
Em cadá som em cada toque em cada ginga tem um estilo de jogo

 

 

 

Marezia

Marezia eh, Marezia a (Coro 1)

Coro

Eh Marezia da praia, eh Marezia do mar (Coro 2)

Coro 2

Navio que sai do Porto
com certeza quer voltar
pode a maré subir
pode a maré baixar, Marezia
Marezia eh, Marezia a



Marinheiro sou

Eu nao sou daqui

Coro

Eu nao tenho amor

Coro

Eu sou da Bahia

Coro

De Sao Salvador

Coro

Oh marinheiro marinheiro

Coro

Quem te ensinou á nadar

Coro

O foi o tombo do navio

Coro

O foi o balanço do mar

Coro

La vem la vem

Coro

Ele vem faceiro

Coro

Todo de branco

Coro

Com o seu bonezinho



Me leva na Bahia

Eh me leva na Bahia
Eh leva na Bahia

Coro

Vou conhecer a Fazenda Estiva
Na terra de Jacobina
O meu mestre veio de lá

Coro

Côco mironga
Na Bahia chama dende
Dá o tempero ao Carurú
E também ao Vatapá

Coro

A casa de pedra
Que foi cativeiro de escravo
Onde o navio negreiro
Chegava na beira do mar

Coro

Lá tem macumba
No pé de iroco velho
Na da casa de Pai Xangô
No Axé Opô Afonjá

Coro

Minha Bahia
Berço da cultura brasileira
É terra de Mestre Bimba
E também da Capoeira



Meu Berimbau me falou

Meu Berimbau me falou, meu Berimbau me falou.

(Refrao)

Histórias da Capoeira que ninguém nunca contou

(Refrao)

Assim tudo aconteceu, assim tudo començou,
Trouxeram os negros da África pra trabalhar pro senhor

(Refrao)

Do N'Golo e da Bassula e também da Camamgula,
Que nasceu a Capoeira no tempo da escravatura

(Refrao)

Negro arrebentou correntes depois de tanto mau trato,
No meio da Capoeira ele venceu o Capitao do Mato

(Refrao)

Berimbau a todo tempo só voce que me embala,
Só pra quem tem sentimento é o que o Berimbau fala



Meu Rio de Janeiro

Lalalaue............lalailá.............lalalaue.............lalailá
(Refrao)

Eu vejo o Cristo Redentor,
Em cima do Corcovado,
Sempre de braços abertos,
Pro meu Rio abençoado.

(Refrao)

Tem a Roda do Quilombo,
Quem comanda é o nacional,
Medeiros já foi embora,
Hoje chora o Berimbau.

(Refrao)

Quando chega o mes de outubro,
Tem a festa da penha,
Olha lá só joga bamba,
Pau é pau, madeira é lenha.

(Refrao)

Tem a Roda do subúrbio,
Pra quem é capoeirista,
Mas se quer Roda de Bamba,
Vá lá no Mestre Farmácia.

(Refrao)

Meu Rio de Janeiro,
Cidade igual nao há,
Recebeu Artur Emídio,
Mucunge e Paraná.



Moleque é tu

É tu que é moleque

Moleque é tu (Coro)

Cala boca, moleque

Coro

Oi que eu te bato, moleque

Coro

Eu te pego, moleque

Coro

Te castigo, moleque

Coro

Conforme a razao

Coro

Oi aqui tá o moleque

Coro

Quem me chamou de moleque

Coro

Eu te derrubo, moleque

Coro

Eu te jogo no chao



Nega o que vende ai?

Ô nega o que vende ai, vende ai, o que vende ai? (Coro)

Coro

Vende arroz de Maranhao

Coro

Que o senhor mandou vender

Coro

Vende arroz e camarao

Coro

Na casa de Salomao



Nhem nhem nhem

Eh menino chorou

Nhem Nhem Nhem (Coro)

Porque não mamou

Coro

Sua mae tá na feira

Coro

Ela ainda nao voltou

Coro

Cala a boca menino

Coro

Eh menino danado

Coro

Eh menino malvado



Nossa cor

Au e, au e, au e e.
O le le le le le le le le o (Coro 1)

Coro 1

É cultura da raça brasileira, Capoeira

É da nossa cor (Coro 2)

Berimbau

Coro 2

Atabaque...



O boca do Rio, a beira do Cais

Imagine o terreiro,
o boca do Rio, a beira do Cais
(Coro)

Roda de Capoeira como já nao se ve mais

Coro

Traíra, Nagé, Noronha, Maré e tinha muito mais

Coro

Lá na Liberdade tinha Valdemar da Pero Vaz

Coro

Baixa do sapateiro, Mercado Modelo e a beira do cais

Coro

Angola mandingueira jogada ligeira na beira do cais

Coro




Parabéns pra voce

Parabéns pra voce
nessa data querida
Muitas felicidades
muitos anos de vida



Paranaue

Vou me embora, vou me embora parana,
Como ja disse que vou parana

Paranaue, paranaue parana (Coro)

Parana paranaue, parana, mulata de qualidade parana

Coro

Parana paranaue, parana, terra boa de morar parana

Coro




Presença de Mestre Bimba

Vejo o balanço do mar,
Na praia de amaralina,
Ouço o Berimbau tocar,
Sinto a presença de Bimba. (Refrao)

O vento balança o coqueiro,
O corpo se embala na ginga,
Queria eu voltar no tempo,
Para encontrar Mestre Bimba.

(Refrao)

Sinto a presença de Bimba,
Quando eu entro na Roda,
Sinto a presená de Bimba,
Quando o meu Berimbau toca.

(Refrao)

Sonhei com uma formatura
Meu Deus mas que coisa tao linda,
Mestre Bimba entregando as medalhas,
No nordeste de amaralina.

(Refrao)

Bimba partiu para o céu,
Deixando uma tristeza imensa,
Mas vejo o meu Mestre jogando,
E sinto a sua presença.

(Refrao)

Bimba foi um grande Mestre,
Nao apenas um simples mortal,
Que sempre estará presente,
Onde tocar o Berimbau.

(Refrao)




Saia do mar marinheiro

Saia do mar, saia do mar marinheiro (Coro)

Saia do mar marinheiro,
Venha pra cá marinheiro

Coro

Eu foi le saia do mar marinheiro,
Venva dia marinheiro

Coro

Saia do mar marinheiro,
Venha pra cá estrangeiro

Coro



Sai, sai Catarina

Sai, sai Catarina (Coro)
Saia do mato
Vanha ver Idalina
Coro
Oh, catarina venha ver
Coro
Oh, Catarina minha nega
Coro
Mas, oh que saudade danada



Tabarél que vem do sertao

Tabarél que vem do sertao (Coro)
Vende maxixe, quiabo e limao

Coro

Trabalha na feira vendendo limao

Coro

Tabarel, Tabarel, meu irmao



Tim, tim, tim, lá vai Viola

Eh la vai viola

Tim, tim, tim, lá vai viola (Coro)

Segura esse nego no jogo de angola

Coro

E viola meu bem viola

Coro

Segura menino esse corpo de mola



Um Beijo na Boca

Berimbau de ouro que eu mandei buscar
Lá na Vereda, na serra do luar
Lá na chapada cachoeira, no sertao arapuá
Morena case comigo
Que eu nasci só pra te amar

Se eu pedir voce me dá morena

Um beijo na boca (Coro)

Dá, me dá, me dá, morena

Coro



Vou dizer a meu senhor

Vou dizer a meu senhor
que a manteiga derramou (Coro)

Coro

a manteiga nao é minha
a manteiga é de Ioiô

Coro

a manteiga é do patrao
caiu no chao, se derramou

Coro

a manteiga é de sinha
a manteiga é de sinho

Coro

a manteiga derramou
caiu n'agua e se molhou



Dono das tres estrelas (Vou lá pra beira do mar)

Vou lá pra beira do mar
Berimbau tocou chamou pra jogar (Coro)
Berimbau tocou chamou pra jogar

Berimbau por que me chama
Por que mandou me chamar
Quando escuto seu chamado
Eu vou pra qualquer lugar

Coro

Berimbau tocou na roda
Fez meu corpo arrepiar
Só quem joga Capoeira
Sabe a vontade que dá

Coro

Ai meu Deus se eu pudesse
Ser dono das tres Marias
Dava uma a Mestre Bimba
A outra a Mestre Pastinha
E a estrela que sobrasse
Eu guardava pra ser minha



Xô xô meu canario

Xô xô meu canario (Coro)
meu canario é cantador

Coro

Foi embora e me deixou

Coro

meu canario é da alemanha